WEBINAR: Lactec apresenta resultados do Diagnóstico Socioambiental do Rio Doce.

Há três anos, empresa faz a avaliação dos danos decorrentes do rompimento da barragem de rejeitos de Fundão, em Mariana.

No mês em que o rompimento da barragem de rejeitos de minério de Fundão, em Mariana (MG), completa cinco anos, o Lactec apresenta o trabalho realizado para a construção do diagnóstico socioambiental dos danos decorrentes do desastre, durante a quinta edição do Seminário Integrado do Rio Doce (SIRD).

Na palestra do Lactec, a pesquisadora e coordenadora executiva do projeto, Gleiciane Fernanda de Carvalho, abordará o tema Água do Rio Doce: tem qualidade?

Há três anos, O Lactec faz a avaliação dos danos decorrentes do rompimento da barragem de rejeitos de minério, em Mariana (MG), por nomeação do Ministério Público Federal (MPF) de Minas Gerais.

Para a realização desse trabalho, o Lactec reuniu uma equipe de técnicos e especialistas das mais diversas áreas, que foram a campo fazer coletas e realizar análises para acompanhamento das alterações ocorridas, em função do desastre, no solo, no ar, na água, nos peixes, pescados, flora, fauna e patrimônio cultural.

O relatório também será a base para o painel que acontecerá na sequência sobre a qualidade da água do Rio Doce. Participarão do debate o professor Ângelo Denadai, o promotor de justiça Leonardo Castro Maia e o professor José Rubens Morato Leite, da Universidade Federal de Santa Catarina.

O tema do evento este ano é “Esquecimento e incertezas dos desastres da mineração: resistir é preciso” e pode ser acompanhado pelo YouTube, no Canal da Univale, no próximo dia 3 de novembro, às 19h30. O SIRD é realizado pela Univale, IFMG-GV, UFJF-GV, Rede Interinstitucional de Pesquisa Socioambiental de Governador Valadares; Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas da Universidade Federal de Santa Catarina; Rede Terra Água (UFV/UFOP/Univale) e Comissão de Atingidos do Território de Governador Valadares.

O evento teve início no dia 20 de outubro e reúne pesquisadores e atingidos para discutir as consequências do rompimento da barragem da Vale/BHP/Samarco, que completa cinco anos no dia 5 de novembro de 2020.

Mais informações sobre os resultados podem ser obtidas no site do MPF.

Outras notícias

22/05/2024

Seminário da ABRAMPA e ESMP/SE debateu soluções para a gestão de resíduos sólidos urbanos e celebrou o fechamento de lixões em Sergipe

O XIII Seminário “O Ministério Público, a Gestão de Resíduos Sólidos e Logística Reversa, e o Saneamento Básico”, realizado no dia 17 de maio, na sede do O Ministério Público do Estado de Sergipe (MPSE), abordou novas perspectivas e propôs soluções em prol de políticas públicas eficazes para o descarte correto de resíduos sólidos, a […]

20/05/2024

Adaptação climática das cidades é urgente

Diante do cenário atual das mudanças climáticas, que prevê que eventos extremos serão cada vez mais frequentes e intensos, é urgente aumentar a resiliência das cidades. Dados do Intergovernmental Panel on Climate Change (IPCC) revelam que, com a velocidade do aquecimento do planeta, medidas de redução das emissões de gases de efeito estufa, ainda que […]

Mídias Sociais
Desenvolvido por:
Agência Métrica